quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Adolescência


1- Adolescência

O que é adolescência?

Palavra originária do latim que quer dizer crescer, desenvolver-se.

Neste período também são destacados dois outros termos: puberdade e virilidade. O primeiro relacionado a aptidão reprodutora da espécie e o segundo ao vigor físico e mental.

Alguns critérios são utilizados para definir-se o período da adolescência. Comumente a Organização Mundial da Saúde faz um levantamento e lança uma idade cronológica para as fases da existência humana. E tem-se percebido que a cada análise as fases da infância e adolescência têm sido achatadas. Sob vários aspectos informações e vivências que anteriormente eram exclusivas do mundo adultas, cedo chegam às crianças e adolescentes. De qualquer maneira, dentro de um contexto cultural ocidental capitalista em que vivemos algumas explicações são consideradas.

Explicação cronológica:

Pré - adolescentes – de 10 a 12 anos.
Adolescentes propriamente ditos – de 13 a 16 anos.
Adolescentes jovens – de 17 a 21 anos.

Explicação corporal:

Está baseada em evidências físicas típicas da fase. Nesta ocasião vemos modificação da estrutura óssea, pêlos, voz, órgãos genitais etc...

Explicação social:

Neste caso é a sociedade que determina através de seus códigos e injunções quando um indivíduo deixa de ser criança e/ou entra na fase adulta. Os instrumentos sociais legitimam esta arrumação. Ex. Medicina, Direito, Educação...

Explicação Psicológica:

Analisado a partir do momento de uma busca e definição da personalidade adulta. É característica desta fase a busca pelo próprio EU. Questões sobre autoconceito e autoconhecimento são marcantes. As diversas mudanças fazem com que o adolescente vivencie diversos lutos.

PARA O ADOLESCENTE A VIDA É FUTURO. MUITOS SÃO OS SONHOS E AS PAIXÕES.

Idade onde se conquista progressivamente liberdade física-emocional e psíquica. Este é o momento de se provar a resistência e eficiência das orientações dadas, especialmente aquelas normatizadas e enfatizadas pelos pais.

2- Adolescência x Religião

Curiosamente, em meio a tantos questionamentos, reivindicações e incertezas, tem-se verificado que diferente do que se esperava, está confirmado, e cada vez mais, que este período é o mais fértil em termos de conversões religiosas.
Os assuntos ligados a religião são de grande interesse, e seus conceitos aprofundados e postos a prova. É na adolescência que a religião tem que conseguir se explicar.
É a época em que a maioria dos líderes religiosos decidiu se tornar ministros ou missionários. É a melhor fase da vida para se firmar os valores da religião e do relacionamento com Deus. O adolescente quer significado em sua vida, e buscam na religião respostas para estas questões:

- UTILIDADE
- SIGNIFICADO
- PRATICIDADE

A rebeldia de alguns adolescentes, com relação a vida religiosa, ocorre muitas vezes, porque querem que ele cumpra, ou seja, responsável por uma prática religiosa que ele não vê em ninguém.
Muito se fala, pouco se vive.


RELIGIÃO RELIGIOSOS

Dualismo religioso adolescente


O professor Roger Dudley aponta para três causas principais do abandono da fé por alguns adolescentes:

1ª - Relação turbulenta entre estes e seus pais.
2ª - Incoerência do discurso religioso com a prática religiosa
3ª - Novos conceitos formados sobre religião.

Adolescente você precisa descobrir e construir sua IDENTIDADE RELIGIOSA.
“Não por força nem por violência, mas pelo meu espírito.” Zacarias 4.6

3- Vida do Cristão adolescente:

Uma vida com propósito.
Você sabe o que é propósito? Você tem um propósito em sua vida? “Propósito” é quando temos um objetivo, um alvo a ser atingido. Você já nasceu com esse propósito, mas você sabe qual é o seu alvo? Espero que sua resposta seja única: Jesus.
Mas como ser um adolescente com propósito em uma época de tantas pressões? Esta é uma pergunta que, constantemente, vem à mente dos adolescentes. Não há como negar que as pressões do mundo sobre a vida do adolescente cristão aumentam a cada dia. Por onde passa, há uma “porta larga” esperando por ele. Manter um adolescente dentro da igreja hoje não é tarefa fácil. A concorrência com o mundo lá fora é grande e, na maioria das vezes, desleal, pois tudo é colocado de forma a atraí-los. Perseverar até o fim deve ser o propósito de cada um. O adolescente precisa ser estável espiritualmente falando, precisa fazer parte de uma geração radical que não se corrompe com o mundo. Pois assim está escrito: “[...] para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeceis como luminares no mundo [...]” (Fp 2.15).
Sendo assim, quero colocar alguns passos importantes para que você, adolescente, caminhe em direção a uma vida com propósito diante de Deus:

1- Mente sábia – “O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; os loucos desprezam a sabedoria e a instrução.” (Pv 1.7).

2- Ouvidos que discernem e que atendem à disciplina. “Os ouvidos que atendem à repreensão da vida farão a sua morada no meio dos sábios. O que rejeita a instrução menospreza a própria alma, mas o que escuta a repreensão adquire entendimento.” (Pv 15.31-32).

3- Olhar compassivo: “Jesus, pois, quando a viu chorar, e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito, e perturbou-se.” (Jo 11.33).

4- Lábios que encorajam: “As palavras suaves são favos de mel, doces para a alma, e saúde para os ossos.” (Pv 16.24).

5- Mãos que abençoam: “Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado.” (Pv 31.20).

6- Pés firmados na Rocha: O salmista Davi declara: “Tirou-me dum lago horrível, dum charco de lodo, pôs os meus pés sobre uma rocha, firmou os meus passos.” (Sl 40.2).

7- Coração fiel: Deus não se agrada de um coração infiel. De um coração que desiste facilmente e que não persevera até o fim. Muitos jovens, à primeira tribulação, pulam fora do barco. Deixam Deus de lado e vão curtir uma vida fora da presença dele.
Guarde bem isto: o apóstolo Paulo diz que a tribulação produz paciência, experiência e esperança (Rm 5.3-4).

Esses são alguns passos que vão auxiliar você a viver uma vida com propósito em meio a esta geração aflita que vemos por aí. Não dê ouvidos àquilo que os outros falam de você. Tenha em mente que você faz parte de um povo separado e escolhido para fazer a diferença. Sua caminhada não será fácil, mas se usar de sabedoria, se não der ouvido a conversas alheias, se olhar como Jesus olharia, se usar a sua boca para proferir palavras que encorajam, se estender as suas mãos ao necessitado, se tiver os seus pés firmados na Rocha e um coração fiel a Deus, você trilhará o caminho do sucesso e colocará o seu nome na galeria daqueles que mudaram a história do cristianismo. Pense e guarde isso.
Hora de dinâmica: ”Pecados da língua”

4)- Amizade do Cristão adolescente:

Mas o que é um amigo? É alguém que adquire sua confiança por causa da convivência, alguém que sempre fala a verdade pra você, alguém que o ama e o respeita apesar dos seus defeitos, alguém que sente sua falta. Conhece alguém assim? O amigo é alguém que nunca deixa de amar, e se faz presente na angústia, como um irmão (Provérbios 17:17).

Encontrar um amigo é o grande dilema da adolescência! Por viver intensamente, o adolescente encontra todos os dias muitas pessoas: colegas, conhecidos, primos, irmãos em Cristo, vizinhos... mas achar um amigo de verdade, não é tão fácil. É possível que você esteja amargando uma situação difícil por ter confiado em alguém que o decepcionou, e isso fez você concluir que não existem amigos, não se pode confiar em ninguém.
Por esse motivo, ao escolher as suas amizades, o adolescente cristão deve estar atento a alguns fatores que poderão influenciar sua vida para sempre, e deve ter cuidado com as amizades mundanas, pois a Bíblia afirma que as más conversações corrompem os bons costumes (I Coríntios 15:33), por isso, permanecer em companhia de pessoas erradas pode influenciar negativamente uma vida promissora. Quantos já deixaram de lado o bom costume de orar, de ler a Bíblia, de freqüentar as reuniões, de cantar louvores, e de evitar o pecado, por causa da influência de amigos que não têm o temor de Deus?
Não que haja problema em se ter amigos descrentes, mas é melhor que os melhores amigos de um cristão sejam cristãos, pois há um tipo de ajuda que somente esses podem lhe dar, a ajuda espiritual. Vale lembrar ainda que a amizade possa ser a chave da evangelização, por isso se você tem um amigo descrente, leve-o a Cristo, antes que ele o puxe para o mundo, o que é bem mais fácil.

Você deve estar alerta para as amizades que o mundo oferece.

Há o amigo político, que só se aproxima de você quando quer alguma coisa.

Há o amigo celular, que está sempre chiando, e quando você precisa dele, ele está sempre fora de área ou desligado.

Há o amigo poupança, Você deposita tudo que tem nele e o retorno é muito baixo.

Tem ainda o amigo futebolista, que às vezes pisa na bola e outras vezes chuta você pra escanteio!!!

Mas há um amigo que nunca falha, que está sempre presente e nunca o deixa sozinho. Ele tem sempre uma palavra de sabedoria para aconselhar você, e entende seus problemas e suas mágoas. Ele está sempre pronto a perdoá-lo, e nunca precisa lhe pedir perdão.
Ele o ama apesar das suas falhas constantes, e não se importa de você chamá-lo de madrugada para uma conversa confidencial. Além disso, ninguém tem maior amor do que este: de dar a sua vida, a favor de seus amigos (João 15:13).
Esse amigo é Jesus, o Salvador amado.
Ele quer ser seu amigo. Ele pode orientá-lo até na escolha das suas amizades. Por isso, você não precisa se sentir sozinho, Ele está sempre pronto a ajudá-lo, e Nele você pode confiar incondicionalmente!

5)-Namoro do Cristão adolescente:

Uma Análise sincera do comportamento dos jovens e adolescentes no Século XXI por volta dos anos oitenta, um novo tipo de comportamento tomou conta dos jovens e adolescentes brasileiros. Em nome da liberdade e do amor, moças e rapazes começaram a desenvolver em seus relacionamentos vínculos afetivos descompromissados onde o chique era “ficar” com alguém. Na verdade, “ficar” com alguma pessoa se caracterizava pela ausência de compromisso, de limites e regras claramente estabelecidos. Para os “ficantes” O tempo da “ficada” variava de uma única noite a até mesmo algumas semanas ou meses. Hoje, um novo tipo de comportamento tem marcado nossos jovens e adolescentes, a “pegação”. Na pegação o que vale é “pegar” várias pessoas na mesma noite, sem que, contudo isto implique em “ficar” com uma pessoa somente. Ultimamente esse procedimento tem sido encarado com a maior naturalidade pelos jovens das grandes cidades. Existem alguns adolescentes que testemunham efusivamente sobre a grande quantidade de beijos na boca dados e recebidos numa festa. Aliás, diga-se de passagem, o número de festas onde centenas de pessoas se reúnem com o propósito único e exclusivo de Beijar, tem se multiplicado assustadoramente em todo território nacional. Para estes é a quantidade de beijos na boca que indica se a balada foi boa ou não.
Muitos jovens e adolescentes desta geração estão sofrendo daquilo que chamam de “síndrome de “beija Flor”, cujo objetivo é voar de “flor em flor” em busca do maravilhoso néctar do beijo. Diante do quadro que se apresenta, torna-se importante que entendamos que ao beijar várias pessoas, dentre estas, muitas desconhecidas, o adolescente corre o risco de adquirir várias doenças, incluindo as sexualmente transmissíveis.
Uma dessas doenças, a mononucleose, recebeu como nome popular “doença do beijo”. A Mononucleose é causada pelo vírus Epstein-Barr (VEB) e, depois de um período de incubação de 30 a 45 dias, a pessoa pode permanecer com vírus para sempre no organismo. Mononocleose pode ser uma doença assintomática, ou apresentar sintomas que incluem: fadiga, dor de garganta, tosse, inchaço dos gânglios, perda de apetite, inflamação do fígado e hipertrofia do baço. As “ficações” e “pegações” contribuem para o adoecimento da alma de nossos adolescentes.

Salomão em sua grande sabedoria afirmou:
“Existe um tempo determinado para todas as coisas na vida”. Sim, isso mesmo, na vida existe momentos pra tudo! A tempo de plantar e tempo de colher, há tempo para abraçar e deixar de abraçar, em outras palavras isso significa dizer que existe um tempo determinado por Deus para desfrutarmos de carinhos, afagos, abraços e beijos de alguém. Em contra-partida, isso significa dizer também que existem momentos na vida, que somos chamados a um momento de reclusão onde outros valores necessários a uma existência plenificada nos são trabalhados.
Entendemos, que tudo tem o seu tempo, cabe a nós não nos deixarmos moldar pelos valores deste sistema, antes pelo contrário, somos chamados a uma vida onde a liberdade e a responsabilidade tranformam-se em marcas de uma geração comprometida com Deus e consigo mesma. Os tempos são difíceis, jovens e adolescentes cada vez menos informados passam por crises e problemas e não acham quem os ajudam. A pergunta que não se cala, e o FICAR? Certo ou errado? Pode ou não? A resposta é simples, é errado sim. Não tem essa de ficar, ou namora ou não, essa historia de ficar esta sendo uma arma na mão do inimigo para tirar muitos jovens da comunhão com o criador e esta conseguindo. Quando se fica sem compromisso você rompe o propósito da criação. Se não fosse assim Deus não teria instituído o casamento.
Deve se ter em mente que o namoro é algo serio, não algo apenas para se passar tempo. O ficar chega a ser repugnante, vemos adolescentes e jovens envolvidos com essa pratica cada vez mais.

Paulo quando escrevia aos romanos disse: ”O que quero fazer não faço, mas o que não quero isso faço. Paulo foi grande exemplo de santidade, o ficar nasce da carência afetiva, da vontande de não ficar só e de uma série de coisas. Parece ser bem inofensivo, mas tem levado jovens ao pecado e conduzindo muitos para o inferno. O namoro cristão; este é um ponto básico que pode trazer experiências boas ou não para a vida dos jovens, algo que se pergunta bastante é como se iniciar um namoro. Primeiramente vamos para amizade, todo adolescente e jovem e todo ser humano gosta de amizades, pode começar a observar que um amigo que esta próximo se destaca mais que os demais. Claro que nem sempre isso é regra, mas quando se esta afim de alguém, o ideal é ser amigo desta pessoa. O namorado que você escolher deve fazer parte do seu circulo de amizade. Depois vamos orar para começar, o que começa errado termina errado, e o correto é orar antes de iniciar um período de namoro e pedir a Deus que de sinais. Quando Abraão mandou buscar uma esposa para Isaque, o servo parou e pediu a Deus um sinal(Gênesis 24 vers. 11-14). O importante é que você escolha a pessoa certa e de início a uma caminhada em que você decidirá se vai casar ou não.
Em II Coríntios 6 vers. 14, Paulo escreveu não vos prendai em jugo desigual; que comunhão há entre a luz e as trevas? E de Cristo com o diabo? Creio que você sabe que a resposta é nenhuma, então não tem que ficar explicando. Não se pode namorar com alguém que não professe sua fé. Esta fora de cogitação. Alguns tentam argumentar que pode ganhá-los para Jesus, mas eles também podem ganhá-los para o mundo, e o mundo está ganhando mais que perdendo. Quando você desobedece a Deus nesse ponto o castigo vem e a provação também, saiba que o inimigo esta cada vez mais esperto e armando laços.
Outra coisa que se deve fazer quando começa o namoro é orar juntos, isso pode parecer exagero mais não, orai sem cessar, a oração é a chave da vitória, resisti ao diabo e ele fugirá de vós.

Como ter um bom período de namoro? Você já ouviu falar em reciprocidade? Respondo dizendo a mais básica lei da física: toda ação tem uma reação! O segredo do relacionamento duradouro é compromisso e respeito. Uma coisa que acontecia no mundo entrou na igreja e se tornou comum entre os jovens é um tal de novo passo no relacionamento. O único adiante que o cristão da no namoro é o casamento, fora disse, como contato físico, por exemplo, não. A conduta de um casal de namorados; como se portar? Como ter sucesso? A carne é fraca porem pecado não é vitamina, lembre disto. Alguns jovens quando começam a namorar se isola dos amigos, aviso, não se enganem, a abrasa longe do fogo apaga. Façam atividades sadias, não fiquem longe dos outros.
O diabo não brinca nem dorme, ele estará tentado fazer você cair a todo instante.

A Bíblia diz:
1 Tessalonicenses 4 vers. 3-8;
3 Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição;
4 Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra;
5 Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.
6 Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o SENHOR é vingador de todas estas coisas, como também antes vo-lo dissemos e testificamos.
7 Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação.
8 Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também.

7 comentários:

  1. Olá adolescente Cristão!
    Não abondone seu cantinho!

    Vocês nasceram para fazer a diferença!
    O Senhor derrame sobre vós toda sorte de benção!

    ResponderExcluir
  2. Este blog me deu forças para enfrentar as pressões do mundo afora.

    ResponderExcluir
  3. Oi, é você quem escreve estes textos?
    parabéns! que Deus continue te abençoando, o blog ta lindo, muito edificante

    ResponderExcluir
  4. Tenho 15 anos e amo esses blogs, são ótimos!
    Temos mesmo que espalhar a palavra de Deus ,principalmente na internet.
    Hoje o modernismo tá acabando com adolescência na igreja ;'(
    Que deus seja com vocês .

    ResponderExcluir
  5. ameii!
    Serviu mto pra mim pois estou querendo viver esse tipo de relacionamento :D
    Quero ter uma pessoa que não atrapalhe minha relação com Deus.

    Deus te abençoe ;*

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo blog, quando possível coloque mais novidades. Abs, André

    ResponderExcluir
  7. Olá também sou m blogueiro de Cristo e amei seu blog vc esta de parabéns, vc sobe escolher muito bem os temas a ser postado!!! Entre no meu blog: www.alianjonatascte.blogspot.com e www.principedapazcte.blogspot.com. Que Deus continue te dando ideias maravilhosas!!!! Se poder me mande umas dicas!!!

    ResponderExcluir